Chile lança manual para Rádios Comunitárias

A Subsecretaria de Telecomunicações(Subtel) do governo chileno apresentou um guia sobre os passos necessários para solicitar a concessão de uma freqüência de rádio comunitária. A publicação fornece orientação para, entre outros, sindicatos, comunidades esportivas e comunidades agrícolas poderem participar de concursos públicos para o início da transmissão do conteúdo de mensagem de cívica, social e cultural.

No Chile as rádios comunitárias operam de acordo com a Lei n º 20.433, de 2010, pela qual os serviços comunitários e o serviço público de radiodifusão para o ar livre foram criados. As concessionárias podem ser pessoas jurídicas privadas sem fins lucrativos (exceto empresas municipais e fundações), universidades e pessoas coletivas, de acordo com a Lei 19.638.

As rádios devem ter uma potência máxima de 25 watts a 40 watts em áreas de fronteira com a população rural dispersa e até 30 watts no caso de rádios que procurem fortalecer as identidades culturais dos povos indígenas e suas línguas nativas. As concessões serão válidas por 10 anos e não é permitida a transferência, cessão, arrendamento ou concessão do direito de uso, nem o estabelecimento de cadeias. No que respeita às antenas, estes não podem exceder os 18 metros de altura.

Fonte: Núcleo Piratininga de Comunicação

Etiquetado ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: