Rio Parada Funk reúne 150 mil pessoas

Fonte: Viva Favela

Rio Parada Funk reúne mais de 150 mil pessoas no Largo da Carioca, neste domingo (30). Renomadas equipes de som e conhecidos Mc’s e Dj’s agitaram as 10 horas de festa. Equipes que dominam o cenário funk, como Pipo’s Locomotiva, Duda’s Sound, Furacão 2000 e Big Mix, tocaram lado a lado, deixando a rivalidade de anos de lado em pró do movimento tão marginalizado na cidade. Ao todo, foram 10 equipes de som, 40 Mc’s e 50 DJ’s.

De acordo como o presidente da Associação de Profissionais e Amigos do Funk (Apafunk) e um dos responsáveis pelo evento, MC Leonardo, a proposta é consolidar o funk com “cultura carioca”. “O evento mostrou o Funk se auto-afirmando cultura carioca. Espero que esse evento tenha servido de exemplo para todos aqueles que gostam do ritmo e sonham que ele seja incluído de forma igualitária”, disse.

Ele conta que uma das maiores vitórias do funk nos últimos tempos foi ter tirado da Secretaria de Segurança a responsabilidade pelo movimento. “Conseguimos, por lei, o reconhecimento do Funk como cultura e agora passa a ser de responsabilidade da Secretaria de Cultura do Rio de Janeiro”, celebra. O funk foi reconhecido como movimento cultural no Rio por uma lei estadual de 2009.

Dj Malboro, um dos mais famosos DJs de funk do Brasil e reconhecido mundialmente por difundir a cultura, afirma que o ponto mais importante do evento foi ter conseguido reunir várias gerações. “Esse encontro de gerações é muito importante porque mostra para a cidade o quanto o funk uni culturas e classes sociais”, disse. “Nenhum estado do Brasil potencializou tantas culturas tão fortemente para o Mundo quanto o Rio de Janeiro”, reitera.

O auxiliar de serviços gerais Adilson da Costa, de 43 anos, levou a mulher e os dois filhos, de 12 e 9 anos para participar da festa. Amante do ritmo, ele quer mostrar para a família os funks que não tocal constantemente nas rádios. A filha, Carina Fernandes da Costa, está animada. “Meu pai me ensinou a gostar de funk. Temos as músicas em casa, ouvimos e gostamos. Tem os funks mais antigos e os mais novos, que eu gosto de cantar e dançar também”, contou a estudante.

O administrador Jorge Luiz Ladeira Peres, de 55 anos, levou os filhos para o evento. “Eles gostam. Eu não sou muito chegado. Trouxe as crianças para se divertirem mesmo, passar o dia em família em um ambiente muito mais saudável do que a noite”, explica. O filho de Jorge Luiz, Lucas Rafael, de 11 anos, disse que gosta do MC Marcinho, porque ele fala das pessoas, da desigualdade, do ritmo e rimas.

IMAGENS

Foto: Fernando Mascote

Foto: Fernando Mascote

Foto: Fernando Mascote

Foto: Fernando Mascote

Foto: Fernando Mascote

Foto: Fernando Mascote

Foto: Fernando Mascote
Anúncios
Etiquetado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: