Pesquisador critica a parcialidade da mídia com relação à homossexualidade

Por Milena Gaspar*

O mestrando Luiz Henrique Colleto trata no blog “Queer and politics” um assunto bem polêmico nos dias atuais, a situação dos homossexuais na mídia. O tema faz parte da pesquisa que vem desenvolvendo desde a graduação e que pretende aprofundar durante os dois anos de mestrado. Colleto se formou em Jornalismo na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e, no momento, faz mestrado na Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (ECO/UFRJ).

 No artigo “Gays na mídia: qual o ‘outro lado?’”, publicado em 20 de janeiro de 2011, Coletto fala sobre o recorte que os editores fazem ao elaborar uma pauta, muitas vezes mostrando apenas um lado da história analisada; ou da seleção parcial de argumentos a respeito de um assunto, polêmico ou não.

O autor defende a visão mais imparcial da mídia ao tratar desses assuntos, utilizando como reforço de seus argumentos um importante crítico midiático do jornal St. Petersburg Times, o americano Eric Deggans. Segundo este, a mídia, em especial os jornais, revistas e telejornais, não deveriam confrontar os argumentos gays com argumentos de pessoas homofóbicas. “CNN não convida um membro da organização Ku Klux Klan para um comentário ‘abalizado’ quando trata da situação da população negra nos EUA. Então por que continua dando voz a grupos que se opõem aos direitos gays para debater temas ligados aos direitos civis desta população?” questiona Deggans.

Movimentos homossexuais LGBTTTs (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais, transgêneros e simpatizantes) vem se tornando cada vez mais influentes e freqüentes no espaço midiático. O tema é abordado em sites, blogs, matérias jornalísticas televisionadas, notícias nos rádios, passeatas, eventos, peças teatrais, programas humorísticos, entre outros. Colleto questiona essa visualização, alegando que seus direitos ainda são vistos de maneira demasiadamente parcial pelos formadores de opinião, que apresentam fatos pequenos, isolados e usam  contra argumentos de pessoas completamente repelidas por tais ideais.

*Aluna do Ciclo Básico do Curso de Comunicação da ECO/UFRJ.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: