Pesquisa aponta demonização de cotas raciais por jornais

Por Roberto Araújo

A pesquisadora Zilda Martins, da Escola de Comunicação da UFRJ, defendeu em fevereiro deste ano sua dissertação de mestrado sobre “Ações afirmativas e cotas na mídia: a construção de fronteiras simbólicas”. Os objetivos do estudo eram compreender a forma como a mídia impressa constrói o seu discurso sobre as cotas, observar a formação de estereótipos e refletir acerca das reações às cotas que a mídia poderia potencializar.

Para responder a questão central de seu trabalho, a Mestre fez um estudo de caso, levantando dados, nos cadernos de opinião dos jornais Folha de São Paulo, O Globo e O Dia que contivessem as palavras-chave ações afirmativas, cotas raciais, cotas sociais, reserva de vagas, e políticas públicas para o ensino superior. O espaço reservado a publicações diversas e a cotas ou ações afirmativas foi comparado nos três veículos.

Martins escolheu o ano de 2008 para a sua pesquisa, tendo em vista contextos interessantes, como as comemorações de 60 anos da Declaração Universal de Direitos Humanos, dos 20 anos da Constituição Cidadã, e dos cinco anos da implantação do sistema de cotas em uma universidade brasileira. O ano de 2008 também marcou as eleições municipais no Rio de Janeiro, onde se localiza a UERJ, primeira universidade com sistema de cotas.

Após encontrar um baixo número de artigos, editoriais, cartas e colunas que tratassem do tema, a pesquisadora concluiu que a mídia impressa utiliza mal o seu poder de promover um debate consistente e democrático, além de demonizar as cotas.

Anúncios
Etiquetado , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: