Alunos de graduação da ECO cobrem simulação de coletiva

Os alunos do Laboratório de Comunicação Crítica: técnica de linguagem jornalística aplicada concluíram a redação dos primeiros textos de cobertura da coletiva sobre Funk, dada pelo Doutorando Pablo Laignier, do Programa de Pós-Graduação da Escola de Comunição da UFRJ. Eles simularam a atuação de profissionais de jornais e de rádios, e o resultado são matérias redigidas com diferentes olhares, linguagens e perfis. A edição e revisão foram feitas pela professora do laboratório e Doutoranda do PPGCOM/UFRJ, Zilda Martins, e pela monitora e aluna da ECO, Gabriela Cunha.

Confira as matérias:

A ressignificação do funk carioca

“O funk causa desconforto”

O multifacetado funk carioca: Pesquisador afirma a existência de 10 variações do gênero

Um batidão de negócio

Criminalização do funk: é possível evitar este estigma?

“Eu só quero é ser feliz, andar tranquilamente na favela onde eu nasci e poder me orgulhar e ter a consciência que o pobre tem seu lugar”

A academia sobe o morro

Debate sobre funk marca encontro de pesquisador e estudantes do Ciclo Básico

Pablo Leignier fala sobre funk e sociedade

Alunos do ciclo básico entrevistam pesquisador para experiência acadêmica

Alunos de Comunicação Social participam de coletiva sobre funk

A cidade e o funk são fontes de pesquisa

* Alunos/as do 2° e 3° períodos do Curso de Comunicação da ECO/UFRJ

Anúncios
Etiquetado , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: